THE WALKING DEAD: 
teoria bizarra conecta a série de zumbis com Breaking Bad 





The Walking Dead está chegando a reta final e fãs relembram a teoria que conecta os universos de Rick Grimes e Walter White.


Depois de mais de uma década, The Walking Dead está próximo do fim e uma das coisas que mais marcou os fãs foi uma hipótese bizarra que conecta Rick Grimes e do professor a Walter White.

A teoria surgiu no segundo episódio de The Walking Dead, quando Merle é mostrado com um estoque de drogas - e é possível notar algo bastante familiar para os fãs de Breaking Bad. 



Curiosamente, entre os entorpecentes está uma substância azul cristalizada que em muito se assemelha à blue sky, a famosa metanfetamina azul criada por Walter White.


Além disso, quando Daryl comenta sobre o traficante que os vendeu as drogas, ele descreve o sujeito como um “branquinho magrelo” que ficava repetindo a palavra “bitch” (vadia em inglês). 




Embora pouco específicas, essas características podem ser atribuídas facilmente a um popular personagem de Breaking Bad: Jesse Pinkman.



Outra referência é que, também no segundo episódio vemos Glenn dirigindo um carro esportivo vermelho - é possível notar o mesmo veículo durante um episódio de Breaking Bad. 


Na 4ª temporada, Walter compra de presente para seu filho um carro exatamente do mesmo modelo. E, ironicamente, o funcionário que vendeu o carro para Walt também se chamava Glenn.

The Walking Dead:

Personagem amado

ressucitado em

novo spin-off

da série pode ser