Por onde andou JIM CARREY NOS ÚLTIMOS ANOS?


De origem humilde para uma das maiores estrelas do humor, Carrey passou os últimos anos afastado das grandes mídias após um abandono gradativo de grandes projetos aos quais era convidado a participar.


Em 2004, Jim Carrey relatou ter sido diagnosticado com depressão. A preocupação com a saúde mental do ator começou a ser pauta na época, pois foi a partir desse momento que seus trabalhos diminuíram.


Os anos foram passando e sua filmografia teve uma queda brusca, contando com poucos filmes capazes de ainda trazer um público razoável, como Sim, Senhor e O Golpista do Ano. Mas ainda seria pior.


Em 2014, Carrey já fazia pouquíssimos filmes. As exceções eram continuações ou convites especiais, como Kick-Ass 2 e Debi & Lóide 2. Em 2015, um duro baque piorou a situação de maneira desastrosa.


Em setembro de 2015, a ex-namorada do ator, Cathriona White, foi encontrada morta em decorrência de uma overdose. Junto ao corpo, havia uma carta para Jim, citando o relacionamento dos dois.


Desde então, Jim foi visto apenas no enterro da jovem e seus amigos relataram que sua depressão havia se agravado, e que ele não saía mais de casa. Foram 4 anos sem realizar nenhum grande projeto.


Neste meio-tempo, Jim Carrey lançou o curta documental I needed color, no qual ele fala sobre como a pintura salvou seus dias de serem tomados pela angústia e aflição causados pela depressão.


Felizmente, agora o astro parece ter se recuperado um pouco, voltando aos cinemas como o Dr. Robotinik, grande vilão de Sonic 2 - O Filme, dando esperança de que este possa ser um recomeço.

sonic ganhará

terceiro filme

um misterioso