versão original

APAIXONADOS PELA

Pantanal:

REMAKE DA NOVELA

 TEM COINCIDÊNCIA

QUE VAI SER UM

PRESENTE AOS




Mais de 30 anos depois, a saga familiar ambientada no Mato Grosso do Sul vai voltar às telinhas da Globo.


A produção tem uma coincidência que vai ser um presente aos apaixonados pela primeira versão: está sendo gravada nas mesmas locações utilizadas originalmente, no Mato Grosso do Sul.


Em 2020, quando a emissora anunciou o remake, Bruno Luperi viajou até o Pantanal para selecionar cenários para as filmagens, junto ao diretor artístico, ao cenógrafo e à gerente de produção.


O grupo visitou a fazenda do cantor e ator Almir Sater, que interpretou o peão Trindade na versão original. Sater comprou suas terras no Pantanal há 30 anos, depois que concluiu seu trabalho na novela


Ao receber a equipe do remake em sua propriedade, o violeiro contou que o diretor Jayme Monjardim também havia passado por ali nos anos 90, escolhendo a área como pano de fundo para sua história. 



“Eu falei: 'olha, o Jayme ficou seis meses procurando um local até que chegou aqui. Começando daqui, vocês já partem de um lugar que foi bom’”, contou Sater.


"Eles foram visitar outros lugares, mas sentiram que era aqui. Apresentamos fazendas perto, pessoas que poderiam receber a equipe, e tudo deu certo", acrescenta Sater.


"Ao nos depararmos com tudo aquilo, não havia dúvidas de que encontramos o local ideal, que não por coincidência foi o mesmo onde as gravações da novela escrita por Benedito”, disse o cenógrafo.

Pantanal:

Demora da novela

no MS foram desafio

Covid-19; gravações

não foi só pela