millie bobby brown critica
ódio na internet
e sexualização como atriz mirim




A estrela de Stranger Things conta como é crescer sob os holofotes e lidar com comentários com relação à aparência.



Millie Bobby Brown dividiu suas opiniões sinceras com relação à internet, à sexualização como atriz mirim e às vantagens e desvantagens de sua carreira em expansão.


“É realmente difícil ser odiada pelos outros quando você ainda não sabe quem você é. Então, você começa a se desligar e questionar tipo, ‘Quem eu devo ser? Quem eles precisam que eu seja para eles?’”




No entanto, ela revelou que conseguiu enfrentar esses desafios com a ajuda de amigos e familiares que a incentivaram a “se desenvolver” internamente.



Mas Brown “sempre lutou com a própria identidade”: “mesmo quando mais jovem, sempre senti que não me encaixava em todos os lugares que estava. Também luto um pouco contra a solidão”.




A atriz experimentou tanto o sucesso quanto o ódio. Por conta disso, ela excluiu os aplicativos de mídias sociais do celular e suas contas são administradas por outra pessoa.


A estrela também comentou sobre a situação com o Tik Toker Hunter Ecimovic (agora com 21 anos), que alegou ter tido relações românticas inadequadas com Brown que, na época, tinha apenas 16 anos.



“Quando você é humilhada publicamente desta maneira, você se sente fora de controle e impotente. Me afastar, saber o meu valor e ver que essa pessoa não tirou nada de mim foi muito empoderador.”

QUASE DESISTIU DE

Millie Bobby Brown

SIDO REJEITADA EM

GAME OF THRONES

ATUAR APÓS TER