Medida Provisória: Filme de Lázaro Ramos foi censurado pelo governo? Entenda 





Primeiro longa-metragem sob direção de Lázaro Ramos já está disponível em cinemas de todo o Brasil.



Inspirado na peça "Namíbia, Não", de autoria de Aldri Anunciação, Medida Provisória, enfim, chegou aos cinemas de todo o Brasil. 



Cunhado como uma distopia, o filme utiliza o espetáculo concebido em 2011 como base rumo a um futuro incerto, que por vezes parece próximo demais da realidade.



Gravado em 2019, o longa teve uma jornada internacional antes de chegar ao país natal. Passou por festivais e conquistou honrarias de Melhor Roteiro e o Prêmio Especial do Júri. 



No entanto, por questões burocráticas com a Agência Nacional do Cinema, o filme teve dificuldades para entrar no circuito comercial brasileiro.

Previsto para chegar às telonas em 2020, o longa estreia apenas uma década após o início da produção: "O que sabemos é que um membro do governo puxou um boicote lá atrás”, revelou Lázaro.


“A gente precisava de uma simples assinatura [...] e isso demorou um ano e alguns meses para acontecer [...]. Censura também se faz com burocracia e foi isso o que aconteceu.”


A agência de assessoria do longa disse que “a inscrição [...] foi regularmente feita pela produtora dentro do prazo estabelecido", mas, ainda assim, a aprovação não havia sido realizada.

Atores brasileiros

ESTRANGEIRAS

de séries

que participaram