johnny depp
impediu que uma mulher fosse escalada 
como vilã de Piratas do Caribe




Por medo de comparação com outro filme de seu currículo, ator não queria uma rival do sexo feminino em Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar.


Para muitos, Piratas do Caribe sempre será Johnny Depp e seu personagem Jack Sparrow. O ator se tornou tão importante que tinha poder de decisão nos filmes para mudar elementos conforme sua vontade.



Foi o que aconteceu em Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar (2017), a quinta parte da franquia. Depp exigiu uma mudança muito significativa em relação ao vilão.


Inicialmente, o protagonista ia enfrentar uma mulher na trama, mas o astro interveio para garantir que o antagonista fosse do sexo masculino. No fim, o papel foi entregue a Javier Bardem.


Essa “alteração” foi revelada por Terry Rossio, que assinou o roteiro dos quatro filmes anteriores e que chegou a escrever o do quinto e último antes de ser substituído por Jeff Nathanson.

“Minha versão [...] foi descartada porque apresentava uma vilã feminina. Depp acreditava que seria redundante [em comparação] com Sombras da Noite [2012], que também trazia uma vilã feminina.”


“Há ainda a possibilidade de que todos esses scripts fossem simplesmente ruins. Mas quando eu releio um roteiro que não foi produzido, ele se sustenta muitas vezes melhor do que o filme que foi feito”




“Basta a escolha de uma pessoa, geralmente um simples capricho, para destruir anos de narrativa e construção de mundo”, completou.

Volta de Johnny

disney

CARIBE PELA

É CONSIDERADA

 DEPP A PIRATAS DO