George R.R.
Martin revela
"arrependimento" em house of the dragon



O escritor de Game of Thrones não poupou elogios à série e ao elenco, mas também revelou alguns dos pontos que mais fizeram falta e que ele gostaria de ter explorado mais nas telas




George R.R. Martin falou sobre os saltos temporais da temporada, ele elogiou a forma como os roteiristas lidaram com as passagens de tempo.


“Gostaria de ter mais tempo para explorar a relação entre Rhaenyra e Ser Harwin, o casamento de Daemon e Laena e a vida deles em Pentos, o nascimento de várias das crianças (...)? Sim”, escreveu.


De fato, todos os pontos ressaltados pelo autor também foram sentidos pelo público, especialmente, talvez, no que diz respeito a Daemon e Laena Velaryon - cuja morte rápida deixou muita gente chocada.



Além disso, nem todos os (muitos) filhos de Alicent e Viserys aparecem na série, como, por exemplo, Daeron Targaryen, que deve surgir nas próximas temporadas.




A decisão de eliminar ou acelerar alguns pontos tem uma explicação bem simples: não há tempo hábil para explorar na tela tudo o que está nas páginas.




O ator revelou ainda qual seria o “número perfeito” de episódios para que sua história original pudesse ser contada na televisão mais detalhadamente.


Se House of the Dragon tivesse 13 episódios por temporada, talvez pudéssemos mostrar todas as coisas que tivemos que cortar… embora isso tivesse o risco de alguns espectadores reclamarem.

Kit Harington

GAME OF THRONES

COMPARA SÉRIE COM

THE DRAGON E

ELOGIA HOUSE OF