Diretor da Marvel
quase tomou
decisão radical
após a morte de chadwick boseman





O diretor Ryan Coogler revelou que fazer Pantera Negra sem Chadwick Boseman foi a coisa mais difícil de sua vida.


Pantera Negra: Wakanda Para Sempre é a sequência de Pantera Negra (2018) – produção do MCU protagonizada por Chadwick Boseman, ator que faleceu em 2020 devido ao câncer de cólon.


Em entrevista à Entertainment Weekly, Ryan Coogler, roteirista e diretor dos filmes de Pantera Negra na Marvel, confidenciou que quase deixou o mundo do cinema após a morte de Chadwick Boseman.



"Eu estava em um ponto em que pensei 'estou me afastando desse negócio'. Eu não sabia se poderia fazer outro filme de época, muito menos outro filme do Pantera Negra, porque doeu muito.”





Eu estava tipo, 'Cara, como eu poderia me abrir para me sentir assim de novo?'", afirmou Coogler


Ryan Coogler revisitou memórias nos dias e semanas após a morte de Chadwick. Ele assistiu diversas entrevistas em que seu amigo falava sobre o que o personagem e Wakanda significava para ele.



"Eu estava debruçado sobre muitas das nossas conversas que tivemos, sobre o que percebi ser o fim de sua vida". O diretor então decidiu que fazia mais sentido continuar.




“Eu tive que encontrar uma maneira que eu sentisse que poderia continuar e uma maneira de nossa família Pantera Negra continuar.”

NÃO ESCALOU

Por que a Marvel

PANTERA NEGRA

CHADWICK BOSEMAN?

APÓS A MORTE DE

OUTRO ATOR COMO