sangue Falso

litros de

Conheça o filme

assustador que

usou 190 mil




Nos anos 80, a série Uma Noite Alucinante - A Morte do Demônio, do futuro diretor do Homem-Aranha, Sam Raimi, tornou-se um terror perverso.



Enquanto a série se desenvolveu em uma comédia estridente, a franquia foi reiniciada cerca de 20 anos depois com o super pesado A Morte do Demônio (2013).




O filme de Fede Alvarez, que está disponível no Star+, não tem intenções de humor e aposta no terror nu e cru, mais sangrento que o comum.




A produção atinge o auge do horror no final, quando o diretor diz que fez chover 50 mil galões (cerca de 190.000 litros) de sangue falso.


Um banho de sangue literal, que junto com os picos chocantes de violência e o tema da abstinência de drogas tornam a reedição do longa um dos mais impressionantes remakes de terror. 


O filme acompanha 4 jovens adultos que vão para uma cabana na floresta. Desta vez o motivo é muito mais sombrio que o original, porque é sobre Mia (Jane Levy) e sua crise de abstinência de drogas.

CONFIRA TAMBÉM:

nos cinemas

público desmaiar

da Netflix fez o

Filme de terror