Brad Pitt processa Angelina Jolie e pede indenização por "danos infligidos"







Brad Pitt e Angelina Jolie dão início a mais uma batalha legal. 


Segundo o ator, sua ex-mulher "tentou causar danos" ao vender sua parte dos vinhedos do Château Miraval, onde também se casaram em 2014, e prejudicou a reputação de sua adega.




De acordo com Pitt, sua ex-mulher tentou "violar intencionalmente seus direitos contratuais" depois que vendeu sua parte dos vinhedos.


De acordo com a People, Angelina planejava vender suas ações para a Tenute del Mondo — empresa de vinhos que a equipe jurídica de Brad Pitt diz estar "interessada em assumir o controle da Miraval."


A empresa é "controlada indiretamente por Yuri Shefler" e, de acordo com a equipe de Pitt, ele tem "táticas de negócios implacáveis ​​e associações profissionais duvidosas".



Eles ainda afirmam que "Jolie tentou coagir Pitt a fazer parceria com um estranho e, pior ainda, um estranho com associações e intenções venenosas".


Angelina Jolie e Brad Pitt compraram uma participação majoritária no vinhedo em 2008 e, em 2021, a atriz recebeu autorização legal para vender sua participação após acusar Pitt de bloquear a venda.

Ambos os artistas se conheceram durante as filmagens de Sr. e Sra. Smith (2005). Angelina Jolie pediu o divórcio em agosto de 2016, citando "diferenças irreconciliáveis" como motivo da decisão.

Johnny Depp

milionária

INDENIZAÇÃO

receberá

Amber Heard e

judicial contra

vence batalha